quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Recolha de fruta solidária

No âmbito do Dia Mundial da Alimentação, celebrado no dia 16 de outubro, o colégio decidiu assinalar este dia de forma diferente... de forma solidária. 
Foi proposto aos alunos do 1.º Ciclo que sexta-feira, dia 20, trouxessem uma ou duas peças de fruta tais como maçãs, peras, bananas, etc. para entregar aos meninos da Casa de São Bento* que, por variadas razões, não incluem a fruta na sua alimentação diária. 
A adesão das famílias foi muita e recolheram-se cerca de 300 peças de fruta! 
Nesse mesmo dia, pelas 17h, algumas professoras do 1.º Ciclo juntamente com dois pais e seis alunos do colégio procederam à entrega da fruta recolhida. 
A receção foi calorosa! Os meninos da Casa de São Bento agradeceram com carinho a iniciativa! 

MUITO OBRIGADA do fundo do coração pela vossa generosidade. Pequenos “grandes” gestos fazem a diferença!
*A Casa de São Bento situa-se Caxias e, ao longo dos anos, tem estabelecido uma relação especial com o colégio, uma vez que uma das professoras do 1.º Ciclo é lá voluntária há cerca de 6 anos.

Margarida Brée 
Professora do 4º ano

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Salada de outono

No âmbito da comemoração do Dia da Alimentação e dos conteúdos de Estudo do Meio sobre este tema, esta semana, no laboratório de ciências com o 2º ano​, confecionámos uma salada de frutas de Outono. 
Os frutos que utilizámos foram: diospiro, uvas, romã, fisális e avelãs. 
Antes da preparação falámos da importância da fruta na nossa alimentação, dos frutos típicos de cada época, dos nomes e propriedades dos frutos, se já tínhamos ou não provado anteriormente e se gostávamos ou não do sabor. 
Todos os meninos participaram na preparação dos alimentos com muito entusiasmo e para alguns foi uma estreia a prova de fisális e de diospiro. 
Repetimos a salada 3 vezes e no final ainda provámos castanhas e fizemos um desenho sobre o trabalho realizado.
Professora Rute Candeias

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Resultados das provas de aferição

É com muito orgulho que divulgamos os resultados das provas de aferição de 2016 / 2017. Parabéns aos nossos meninos! 
No final do ano letivo passado, a turma de 2º ano (atual 3º ano) realizou provas de aferição. Foram realizadas as provas de cariz prático (Expressões Artísticas e Expressões Físico-Motoras) entre os dias 2 e 9 de maio, e as restantes provas (matemática, português e estudo do meio) na última semana de aulas. 
Em 2017, cerca de 95 mil alunos realizaram as provas do 2º ano. É de salientar o facto de neste ano terem sido realizadas provas em áreas disciplinares que não exclusivamente o Português e a Matemática, ainda que, já em 2016, as provas destas duas áreas tenham integrado a área disciplinar de Estudo do Meio no 2º ano de escolaridade. 
A realização de provas de natureza prática, como as de Expressões Artísticas e de Expressões Físico-Motoras, constituíram inovações que contribuem para um diagnóstico mais amplo da forma como está a ser implementado o currículo no ensino básico. 
 Os resultados das provas de aferição são apresentados por ano de escolaridade e por domínio de cada disciplina/área disciplinar e estão organizados tendo em consideração as categorias que enquadram o desempenho dos alunos: 
 Conseguiram responder de acordo com o esperado (C); 
 Conseguiram responder de acordo com o esperado, mas podem ainda melhorar (CM);  
 Revelaram dificuldade na resposta (RD); 
 Não conseguiram responder de acordo com o esperado (NC) ou Não responderam (NR). 
Em 2017, os relatórios integram, pela primeira vez, informação relativa ao domínio cognitivo associado a cada um dos itens que integram as provas, em resultado da natureza e da complexidade de operação mental requerida no desenvolvimento das respostas. 
Nesta medida, foram definidos três níveis de complexidade (inferior, médio e superior), tal como se observa na tabela 1.

TABELA 1 | Domínios cognitivos 
Inferior                               Médio                           Superior 
Conhecer/Reproduzir         Aplicar/Interpretar        Raciocinar/Criar

Assim, anexamos os resultados obtidos, com o comparativo a nível nacional. Muito obrigada.
A direção

terça-feira, 10 de outubro de 2017

Visita ao Greenfest

   Alunos do Colégio Catarina de Bragança visitam o Greenfest No dia 28 de setembro, quinta-feira, os alunos do 1.º Ciclo e do Pré-ciclo e as respetivas professoras visitaram o Greenfest, no Centro de Congressos do Estoril. 
   Lá participaram em ateliês pedagógicos, jogos ambientais, sessões de aves de rapina, experiências de laboratório, mini showcooking’s e atividades Eco-Escolas. 
   Pelas 9h00, em dois autocarros alugados, os alunos dirigiram-se até ao Greenfest. No âmbito do programa Eco-Escolas, o Colégio Catarina de Bragança achou importante que os alunos participassem neste festival. Cerca de 45 minutos depois chegaram ao seu destino. 
   Cada turma foi recebida por dois monitores que ajudaram a explorar as várias atividades do Greenfest. Por exemplo: arborismo, o ciclo do óleo, jogos ambientais sobre a reciclagem, showcooking eco-cozinheiros, Life in Plastic, mini hortas biológicas, sessões de surf, sessões sobre aves de rapina…
   Os alunos foram recebendo muitas ofertas, como por exemplo gelados Solero, sumos de frutas e vegetais, sopas e outros pratos, cadernos, rebuçados, lápis de cor, bonés… 
   Por lá também passearam várias mascotes com quem os alunos puderam tirar fotografias.
    A nossa equipa de jornalistas foi recolher alguns depoimentos de alunos e professores. 
   Segundo Frederico, aluno do 3.º ano, “A visita foi engraçada. O que mais gostei foi de ver as aves de rapina”. 
  Já Matteo, do 2.º ano, quando entrevistado, disse “Gostei das mascotes, de comer o gelado e o chupa de cenoura.” 
   O aluno Eduardo, do 1.º ano, adorou plantar alfaces. 
  Já os alunos do Pré-ciclo, Constança, Carlota, Tiago e Maria Leonor adoraram os gelados. 
   De acordo com a professora Elisabete, “os alunos gostaram das atividades escolhidas. Os animadores foram atenciosos e dinâmicos, interagindo com todas as crianças, tentando proporcionar-lhes momentos divertidos.” 
   Tanto os alunos como as professoras adoraram a visita e esperam para o ano regressar. 

Margarida Brée
Professora do 4º ano